DEFINIÇÃO E ACORDO SOBRE PRAZOS: MEDIDA PRÁTICA PARA TREINAR O FOCO E A DETERMINAÇÃO DA EQUIPE

Deve fazer parte da rotina do Líder o treinamento contínuo da sua Equipe, visando a melhoria e aperfeiçoamento do foco e da determinação dos profissionais. É uma atividade que, se praticada com disciplina e objetividade, gera muitos resultados positivos para a vida pessoal dos membros da Equipe e, claro, na performance e no fortalecimento do compromisso de cada um.

Talvez você levante uma questão que é a seguinte: em se tratando de treinamento, não seria mais adequado ser feito por um profissional externo? É um pergunta importante sim, mas essa modalidade a que me refiro é função do Líder. Cuidar diariamente do amadurecimento da Equipe é uma tarefa da qual não deve abrir mão.

Quando se tratar, obviamente, de treinar em algumas habilidades específicas, procedimentos técnicos e outros, o mais indicado é, de fato, um consultor ou treinador externo. Porém, o treinamento referente a comportamentos e atitudes, mesmo podendo receber um start externo, a continuidade deve ser imediatamente assumido pelo Líder.

Diante disso, prezado leitor, o desafio é aplicar, testar e observar os efeitos na Equipe. No exercício cotidiano, tanto o Líder quanto sua Equipe encontrarão, num processo de adaptação, a melhor e mais eficiente forma de fazer esse treinamento.

Provavelmente, pela simplicidade da estratégia, muitos Líderes perdem ricas oportunidades de educar continuamente sua Equipe, refiro-me ao estabelecer acordos acerca de prazos. Definir prazos cria uma referência para os profissionais e abre uma importante via de contato entre Líderes e liderados. Acordar prazos, acompanhar, apoiar e manter no horizonte dos profissionais seus compromissos é um tipo refinado de treinamento e mostra que a Equipe não está sozinha, tem uma liderança atuante e disponível para que todos tenham sucesso com os objetivos e metas.

Talvez seja sutil, porém, esse processo gera ótimos frutos para o crescimento pessoal dos profissionais porque desenvolve habilidades ligadas ao foco e à autodisciplina. Num mundo que desvia nossa atenção o tempo todo, praticar a concentração e a atenção ao fluxo do tempo e às tarefas pessoais e profissionais é um privilégio.

Fica, portanto, esse estímulo e convite aos Líderes em atividade e aos que vislumbram exercer funções de liderança para que valorizem o apoio ao desenvolvimento da Equipe. Desenvolver habilidades e apoiar os profissionais nos momentos em que enfrentam dificuldades ou que precisam se aperfeiçoar em habilidades e estratégias faz parte do rol de atividades do Líder contemporâneo, afinal, liderar, na atualidade é ser professor e líder: facilitar aprendizados e estimular o crescimento individual e coletivo dos profissionais que fazem parte da empresa, da Equipe.

 

aluisio alvesPor Aluísio Alves: Treinador de Líderes e Equipes. Palestrante. Educador, Psicanalista e Escritor. Doutor em Educação. MBA em Gestão Empresarial e Administração Hospitalar. Gerente e Diretor do HC Uberlândia (2001-2010).aluisioalves17@gmail.com (34) 8419 0227 (Triângulo Mineiro) e (35) 9148 1762 (Sul de Minas) www.yashimek.com.br -*Associado à Yashimek – Coaching, Palestras & Cursos – Atendimentos em todo o Brasil.

COLUNA SEMANAL CRECI PE

Coluna Creci-19-02-2015.cdr - diariodepernmbuco

Uma reflexão sobre a inveja

Podemos lutar contra tudo, menos contra a inveja

“O sentimento sadio é vida para o corpo, mas a inveja é podridão para os ossos.”
Assim como é importante eliminar a fofoca porque sabemos o quanto é importante evitar falar de alguém, principalmente se for para dizer coisas que ouvimos de outras pessoas, sem ter a confirmação, sem ter visto, ou sem saber de nada, apenas para sermos fofoqueiros e provocarmos uma situação de mal estar e prejudicarmos a vida de alguém.
Agora devemos refletir sobre outro comportamento que tem levado muitas pessoas à destruição e a destruir muitas vidas: o sentimento da Inveja. Na maioria das vezes os problemas de alguém são causados por falsas acusações, por armações, por invenções e tudo movido por um sentimento terrível de inveja.
As vezes nem notamos mas nosso coração está cheio de inveja quando vemos alguém tendo alguma vitória em alguma área e esse sentimento de inveja é tão grande que em pensamento ou até mesmo com pessoas mais íntimas diminuímos o tamanho do fato com o objetivo de tirar o brilho, ou então inventamos alguma coisa só para tornar negativa a conquista do outro e assim não declarar a sua vitória.
Por inveja se faz tudo. Até se mata e consequentemente se morre.
Na Bíblia vários trechos se referem a este sentimento negativo que às vezes tomam as pessoas de tal forma que elas nem percebem e agem tão normalmente, sem saber que estão estragando relacionamentos sadios, acabando casamentos duradouros, fazendo com que pessoas percam seus empregos e tudo por inveja.
Em provérbios 14:30, ficamos sabendo que: “O sentimento sadio é vida para o corpo, mas a inveja é podridão para os ossos.” Isto significa que se não temos em nós o sentimento da inveja e não praticamos a falsidade o nosso corpo é sadio, mas se ao contrário somos tomados pela inveja, então significa que nossos ossos são tomados pela podridão. Ora, ossos podres são ossos cancerosos, logo a inveja trás câncer a quem cultiva esse sentimento.
Tiago, no capítulo 3, versículo 16, diz que: “onde há inveja e espírito faccioso aí há perturbação e toda a obra perversa”. Quantas vezes até tragédias não são cometidas por conta da inveja. Quantas pessoas não perdem tudo o que tem por conta de invejosos. Quantos não abandonam casa, amigos, igreja por conta de mentiras e de falsidades.
Por inveja entregaram até a Jesus Cristo e isto nós lemos Marcos 15:10 e Jesus sabia disso. E Mateus confirma escrevendo “Porque ele bem sabia que por inveja os principais dos sacerdotes o tinham entregado”. Então meus amigos se nem Jesus se livrou da inveja, como podemos nos livrar desse mal.
Até mesmo nas igrejas encontramos pessoas invejosas que causam contendas, são facciosas, têm o coração cheio de maldade, isto porque ainda estamos na terra e ainda somos carnais como pergunta Paulo, na sua 1ª carta a Coríntios 3:3 – “Porque ainda sois carnais; pois, havendo entre vós inveja, contendas e dissensões, não sois porventura carnais, e não andais segundo os homens?
E sabemos que muitas vezes estes invejosos são líderes como nos mostra o livro de Filipenses 1:15: “Verdade é que também alguns pregam a Cristo por inveja e porfia, mas outros de boa vontade” Isto confirma que devemos está em oração o tempo todo pedindo a Deus que nos afaste dos invejosos e faça com que eles nos esqueça.
Segundo a Bíblia nós podemos lutar contra o furor e contra a ira, mas contra a inveja só Deus que vai julgar os invejosos como encontramos no livro de Ezequiel 35:11 – “Portanto, vivo eu, diz o Senhor DEUS, que procederei conforme a tua ira, e conforme a tua inveja, de que usaste, no teu ódio contra eles; e me farei conhecer entre eles, quando te julgar”.
Com isto fica claro que quando sentimos inveja de alguém e fazemos alguma coisa contra ele, mesmo sem saber estamos agindo com ira, ou seja, a nossa inveja faz com que nos iremos contra aquela pessoa, mesmo sem percebermos e assim prejudicamos a vida dela e também nossa por que por isso seremos julgados.
Em 2015 elimine esse sentimento negativo e destruidor da sua vida e dos outros. Para isso ore a Deus, pedindo a ele que tire de você qualquer inveja que você por acaso sinta contra qualquer pessoa. Assim você estará se tornando sadio. Muitas vezes nós adoecemos sem motivo e sem saber o porquê, talvez o nosso corpo esteja tão carregado de inveja e produz tantas coisas negativas e tóxicas que nos trás enfermidades, que nos tornam doentes e mal humorados.
Portanto, ore a Deus para não ser invejoso e sua vida vai melhorar.

Coluna semanal do Mercado Imobiliário: Por Tomaz de Aquino (21/02)

Leia a coluna semanal deste sábado (21/02), Mercado Imobiliário, escrita pelo jornalita Tomaz de Aquino para o Jornal Vanguarda.

10998519_761419217288502_1226138609_o

Descobrindo os poderes do jejum corporativo: mantendo a saúde da equipe

As publicações que tratam de assuntos corporativos estão cheias de temas que indicam o crescente adoecimento de profissionais que não aprenderam ou não querem olhar para outros aspectos da vida que não sejam os do trabalho. Querem apenas produtividade a todo custo (mesmo à custa da própria saúde e da saúde das relações com a equipe).

O que, de fato, é preciso encarar e isso é com os gestores e líderes, para que alguma mudança significativa ocorra no cotidiano patológico de uma grande quantidade de empresas, é a necessidade de respirar e criar condições para que a equipe respire melhor. Inspirar vem daí, do respirar livremente… quando se respira de forma inadequada ou insuficiente, o que resta é a toxicidade, é o campo das ideias contaminado e viciado nas mesmas e velhas soluções.

O que fazer, então?

O jejum corporativo, é esta a resposta. Tirar dias, horários, períodos para você, líder olhar para as pessoas da equipe e para cada pessoa da equipe olhar uma para as outras, perceber que são seres humanos e não máquinas programadas para conseguir resultados. Somente resultados é pouco. É preciso ousar e buscar resultados sim, os números que representam as metas da empresa, claro!, mas é preciso humanizar as relações.

O jejum corporativo tem alto poder de desintoxicação da mente do Líder e dos liderados. Toda a empresa é beneficiada quando o maior patrimônio é reconhecido como tal e isso tem reflexos motivacionais nas pessoas que compõem a equipe.

O jejum corporativo é uma atitude fundamental porque tem o poder de resgatar as relações humanas no interior da empresa que ficam, na maioria das vezes, esquecidas e acabam se enfraquecendo no cotidiano do trabalho.

Na prática, como realizar?

Primeiramente, o Líder se organiza para isso. Deixar a tela do computador e do celular desativadas por algum tempo e ir ao encontro da equipe, conversar informalmente sobre assuntos gerais, amenidades e temas que toquem na dimensão humana, coisas simples, porém, de interesse  das pessoas (família, sonhos, felicidade, simplicidade, contato com a natureza etc).

O Líder praticando o jejum corporativo por determinado tempo, isso será facilmente percebido por todos, afinal, cada movimento seu é observado e sentido por toda a equipe. Quando tiver praticado, certamente, essa filosofia se espalhará na empresa e, oportunamente, poderá ser abordada numa roda de conversa ou em uma parte das reuniões ordinárias.

Claro que as formas de reagir ao jejum corporativo variam de líder para líder e de liderado para liderado. Lidar e absorver isso é uma tarefa que cabe ao Líder, relevando, apoiando e fortalecendo os vínculos entre as pessoas. O que deve ser colocado em tela é o seguinte: o que o colaborador leva para sua família após um dia de trabalho? A resposta a essa questão será a baliza para se praticar a humanização, o interesse pelo ser humano que dia após dia, empresta seu talento e sua vida para o desenvolvimento da empresa e o alcance de seus objetivos e metas!

 

aluisio alvesPor Aluísio Alves: Treinador de Líderes e Equipes. Palestrante. Educador, Psicanalista e Escritor. Doutor em Educação. MBA em Gestão Empresarial e Administração Hospitalar. Gerente e Diretor do HC Uberlândia (2001-2010).aluisioalves17@gmail.com (34) 8419 0227 (Triângulo Mineiro) e (35) 9148 1762 (Sul de Minas) www.yashimek.com.br -*Associado à Yashimek – Coaching, Palestras & Cursos – Atendimentos em todo o Brasil.

Renata Arcanjo no Programa Rota 232 com Tomaz de Aquino

Assista na integra, a entrevista realizada pelo jornalista, Tomaz de Aquino, com a executiva do Cartório Mais, Renata Arcanjo. A entrevista aborda a inauguração do Cartório Mais, na cidade de Gravatá/PE.

Agradecimento da Rota 232 ao palestrante Gustavo Zanotto

gustavo zanotto

Ney Lins da Psiu, Tomaz da Rota 232, Gustavo Zanotto e Fabiano Carvalho durante evento imobiliário em Caruaru

A equipe da Rota 232 agradece ao palestrante e consultor imobiliário Gustavo Zanotto, a deferência de nos colocar como integrante do seleto grupo Café Imobiliário que conta com 20 comunicadores, palestrantes e produtores de eventos do mercado imobiliário.

Deste grupo fazem parte Rony Meneses do Portal Marketing Imobiliário, Ney Lins da Psiu Comunicação e Eventos, Guilherme Carnicelli, Gustavo Zanotto, Jaian Bahia, Guilherme Machado e Alexandre Maciel de Caruaru…

É uma honra para mim integrar este grupo e assim poder continuar ajudando os profissionais do mercado imobiliário

Agradecimento da Rota 232 a Psiu Comunicação e Eventos

tomaz e ney

O jornalista Tomaz de Aquino ao lado do CEO da Psiu Eventos Ney Lins

Nós que fazemos a Rota 232 agradecemos ao amigo e parceiro Ney Lins, CEO da Psiu Comunicação e Eventos, uma das maiores produtoras de eventos imobiliários no Brasil, a deferência de colocar o link da Rota232 (www.rota232.com.br) na sua página principal do seu novo site www.psiueventos.com que será lançado em breve.

Isso mostra que estamos no caminho certo e que o nosso trabalho vem sendo reconhecido por todos aqueles que atuam no mercado imobiliário. Essa atenção só nos faz ver que precisamos cada vez mais melhorar a qualidade de nossos serviços, para atender as exigências cada vez maiores de nossos clientes.

Obrigado, Ney Lins, obrigado Psiu Eventos por acreditar no nosso trabalho e por estamos juntos em mais uma parceria e em mais eventos imobiliários que vêm por aí.

Juliano Dubeux agradece publicação da empresa na Revista SIM!

"Feliz e super agradecido pela oportunidade e generosidade de termos nosso trabalho presente nesta edição especial da revista Sim. Parabéns ao envolvimento de nossa equipe sobretudo de Guilherme Cicerone, Pedro Selva, Matheus  Ximenes  Pinho, Thiago Torres, Mariana Câmara, jackson Veríssimo , Valdir Silva  e Gabriela Matos pela dedicação e envolvimento direto na investigação e na produção das soluções deste projeto . Meus agradecimentos também ao engenheiro Bruno Teixeira, ao professor Ney Dantas ,ao consultor de negocios e amigo pessoal Kleber Dantas aos paisagistas Christophe Jung e Luciano Villa além do sempre inspirador Mestre da Arquitetura Pernambucana  Wandenkolk Walter Tinoco  que com grande desprendimento incorporaram seus talentos com o objetivo a fortalecer esta nova idéia. Obrigado ao CÉSAR na figura de seu diretor Guilherme Cavalcanti pela oportunidade e pelo incentivo a investigar maneiras de evoluir o debate urbanístico da cidade .  Nossa gratidão a Revista Sim sobretudo a Patricia Marinho e equipe , que com grande generosidade nos inclem  através dessa belíssima revista ao debate urbanístico de nosso Recife . Excelente texto belas imagens luxuosíssima edição . Parabéns pelos 15 anos de um veiculo que so faz evoluir. O Combomix é um modelo aberto , atualizado e uma ideia poderosa em que acreditamos fortemente e desenvolvemos mais um pouco a cada dia , por isso mesmo ,  Parabéns Sim !"

Feliz e super agradecido pela oportunidade e generosidade de termos nosso trabalho presente nesta edição especial da revista Sim. Parabéns ao envolvimento de nossa equipe sobretudo de Guilherme Cicerone, Pedro Selva, Matheus Ximenes Pinho, Thiago Torres, Mariana Câmara, jackson Veríssimo , Valdir Silva e Gabriela Matos pela dedicação e envolvimento direto na investigação e na produção das soluções deste projeto . Meus agradecimentos também ao engenheiro Bruno Teixeira, ao professor Ney Dantas ,ao consultor de negocios e amigo pessoal Kleber Dantas aos paisagistas Christophe Jung e Luciano Villa além do sempre inspirador Mestre da Arquitetura Pernambucana Wandenkolk Walter Tinoco que com grande desprendimento incorporaram seus talentos com o objetivo a fortalecer esta nova idéia. Obrigado ao CÉSAR na figura de seu diretor Guilherme Cavalcanti pela oportunidade e pelo incentivo a investigar maneiras de evoluir o debate urbanístico da cidade . Nossa gratidão a Revista Sim sobretudo a Patricia Marinho e equipe , que com grande generosidade nos inclem através dessa belíssima revista ao debate urbanístico de nosso Recife . Excelente texto belas imagens luxuosíssima edição . Parabéns pelos 15 anos de um veiculo que so faz evoluir. O Combomix é um modelo aberto , atualizado e uma ideia poderosa em que acreditamos fortemente e desenvolvemos mais um pouco a cada dia , por isso mesmo , Parabéns Sim !

Crea-PE fará Fiscalização Dirigida em Caruaru, Garanhuns e Gravatá

Começa na próxima segunda-feira (23) e segue até a sexta-feira (27), a Fiscalização Dirigida que o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Pernambuco (Crea-PE), fará nas cidades de Garanhuns, Gravatá e Caruaru. A ação tem, entre outros, o objetivo de auxiliar as prefeituras, no cumprimento da legislação urbana, principalmente, no que tange à ocupação do solo.

Para o presidente do Crea-PE, Evandro Alencar, a iniciativa é parte das muitas ações que pretende desenvolver, com o objetivo de atender aos profissionais e empresas ligados ao Sistema Confea/Crea e Mútua e à sociedade em todo o Estado de Pernambuco.

De acordo com o gerente de Fiscalização do Crea-PE, Romildo Cavalcanti, serão destacados 10 fiscais para a vistoria nos empreendimentos que desenvolvem atividades no polo têxtil, na construção civil e nas lavanderias. Também estarão no foco da Dirigida, os órgãos públicos onde serão verificados os registros das Anotações de Responsabilidade Técnica (ART) e o cumprimento da Lei nº 4.950-A, que dispõe sobre o pagamento do Salário Mínimo Profissional.

A programação da Dirigida tem início a partir das 14h da segunda-feira (23), com a realização de uma reunião, na sede da Inspetoria de Caruaru, onde gerente e chefes da Fiscalização do Crea-PE, fiscais e Inspetores dos três municípios discutirão os últimos detalhes da ação. Na terça-feira (24), a partir das 8h, os fiscais iniciarão os trabalhos de campo.

A expectativa é de que a fiscalização alcance 400 empreendimentos. Para tanto, estarão envolvidos na operação a chefe da Fiscalização, Daniele Castro, o chefe da Divisão de Controle da Fiscalização, Newton Martins, além do Gerente de Fiscalização, fiscais e Inspetores Regionais.

Dilma Moura
ASC do Crea-PE